Grupos de apoio ao familiar-cuidador

A ABRAz é pioneira na assistência a familiares de pessoas com Doença de Alzheimer e outras demências. Há mais de 20 anos, a Associação oferece apoio e contribui para a superação de dificuldades enfrentadas desde o momento do diagnóstico até as etapas mais avançadas da doença. Muitos dos familiares que se beneficiam do trabalho oferecido tornam-se voluntários e multiplicadores dos conhecimentos e das experiências adquiridas.

O Grupo de Apoio é um espaço de encontro, aprendizagem e troca de experiências oferecido especialmente para familiares e cuidadores de idosos com Doença de Alzheimer, no qual os participantes têm a oportunidade de refletir sobre a tarefa de cuidado sob novas perspectivas, ao encontrar novas estratégias para superar dificuldades e descobrir novas formas de lidar com o cotidiano modificado.

Dentre os benefícios para os CUIDADORES, os Grupos de Apoio oferecem:

  • Acesso a informações atualizadas sobre a doença e os tratamentos, aumentando a segurança de cuidado e a tomada de decisões.
  • Favorecimento da aceitação da nova situação, que envolve mudanças significativas na vida e na qualidade de vida dos envolvidos.
  • Investimento na qualidade de vida de todos os que participam do cuidado com o idoso com Doença de Alzheimer.
  • Desenvolvimento de um enfrentamento mais positivo e saudável da situação de adoecimento e perdas associadas.
  • Favorecimento da interação com o idoso a partir de melhor compreensão das necessidades da pessoa com demência, seus sintomas e estratégias de manejo.

Os Grupos de Apoio da ABRAz são mediados por coordenadores voluntários selecionados e treinados e que devem respeitar as orientações, responsabilidades e treinamentos oferecidos. Os coordenadores podem ser um familiar-cuidador experiente ou um profissional da área da saúde. A maior parte dos Grupos tem frequência mensal.

Os Grupos de Apoio da ABRAz estão divididos segundo estes dois enfoques: Informativos e Apoio Social e Emocional.

Grupos Informativos

Informações relevantes sobre a Doença de Alzheimer, tratamentos, cuidados necessários ao idoso com demência, entre outros temas de interesse, são oferecidas por meio de palestras conferidas por convidados especialistas e pelo coordenador do Grupo de Apoio. Em alguns grupos, há também a participação ativa dos cuidadores, que procuram, por meio de sua experiência, contribuir com o palestrante no debate sobre o tema proposto.

Esta modalidade de grupo auxilia o cuidador a entender sobre a Doença da Alzheimer e a identificar, bem como lidar, com sintomas e dificuldades dos pacientes no convívio cotidiano. Trata-se de um espaço voltado para a aprendizagem de informações que contribuam para preparar os cuidadores para a tarefa de cuidado, tornando-os mais seguros e confiantes para uma relação de qualidade e com atenção às necessidades do idoso vulnerável. As aulas ministradas permitem esclarecer dúvidas e ideias erradas sobre a doença, sua evolução e tratamentos (farmacológicos e não farmacológicos).

Grupos de Apoio Social e Emocional

Caracterizado essencialmente como espaço de troca de experiência e reflexão, estes grupos são de caráter vivencial e oferecem oportunidade para que o cuidador possa estar diante de pessoas que passam por situações semelhantes, experimentando sensação de pertencimento, acolhimento e conforto.

Nos grupos há espaço para o cuidador interagir e compartilhar dificuldades práticas do dia a dia e aspectos emocionais envolvidos no cuidado do idoso com doença neurodegenerativa. Trata-se, portanto, de um ambiente que favorece a convivência e no qual há a possibilidade de os participantes relatarem suas histórias e discutirem suas principais dificuldades para a busca coletiva de alternativas e estratégias eficientes e seguras que minimizem sofrimento e garantam investimento em qualidade de vida.

Assim, esses encontros favorecem que o cuidador tenha mais recursos para lidar com o idoso, receba apoio e se organize melhor, utilize recursos pessoais para encontrar soluções para os problemas, expresse sentimentos e vivências particulares e atribua novo sentido às suas experiências ao encontrar novas formas de enfrentamento.

Os temas discutidos envolvem principalmente situações de dificuldades na rotina de cuidado (dar banho, oferecer medicamento), mudanças na vida pessoal e familiar após o adoecimento, necessidade de tomar decisões, problemas para lidar com alterações de cognição e comportamento do idoso com demência (sintomas da Doença de Alzheimer). Quando o coordenador for especificamente da área da saúde mental (psicólogo ou psiquiatra), há também espaço para um maior aprofundamento nas emoções, com favorecimento de soluções criativas e flexibilidade para mudanças com implementação de estratégias eficientes para superar problemas.

Como participar de um Grupo de Apoio da ABRAz

A maioria dos Grupos de Apoio da ABRAz é aberto, ou seja, recebe interessados sem agendamento prévio. É importante que as pessoas que comparecerem à reunião tenham contato com pessoas que têm a Doença de Alzheimer, para que possa haver integração e identificação mútua entre participantes. Por isso, recomenda-se que estudantes ou interessados no tema, mas que não enfrentam o problema na família, entrem em contato com os coordenadores previamente aos encontros solicitando autorização para visita, para não comprometer o andamento dos grupos.

Algumas atividades desenvolvidas para familiares-cuidadores requerem inscrição e envolvem projetos locais com atividades específicas. Consulte a Regional mais próxima e informe-se sobre as alternativas.

Outros grupos para o familiar-cuidador

Grupos de convivência

São atividades, em geral voltadas para a busca de satisfação pessoal e lazer, desenvolvidas por algumas Regionais, dirigidas a familiares-cuidadores e/ou pacientes, com o objetivo de promover a socialização dos participantes, que comumente encontram-se isolados e com poucas oportunidades para atividades extradomiciliares. Alguns grupos são permanentes (funcionam o ano todo), porém a maior parte costuma ocorrer esporadicamente (de vez em quando).

Contudo, os encontros são programados sempre com antecedência, e incluem atividades como passeio a parques, cinemas ou festas em datas comemorativas. Caso tenha interesse em participar desses encontros, acompanhe nossa agenda ou entre em contato com a Regional de seu estado.

Grupos de estimulação cognitiva para idosos com Alzheimer e seus familiares

Em algumas regiões estão sendo desenvolvidas atividades voltadas para a estimulação de idosos com Doença de Alzheimer e/ou seus familiares.

Como benefício, esses grupos buscam:

  • Investimento na interação com o familiar-cuidador.
  • Estimulação cognitiva e social adequada à fase da doença.
  • Favorecimento da autonomia do idoso pelo maior tempo possível, dentro de suas reais possibilidades.

Alguns grupos são fechados (requerem inscrição prévia) e outros são abertos (é possível frequentar qualquer encontro sem agendamento).

Em alguns casos, é necessária uma avaliação inicial (triagem) dos pacientes para indicação de atividade adequada. Caso tenha interesse em participar desses encontros, acompanhe nossa agenda ou entre em contato com a Regional de seu estado.

Avalie esta página: 
Média: 4.6 (169 votos)

Lista de Grupos de Apoio

Regional Rio Grande do Sul

Porto Alegre

Grupo de Apoio Social e Emocional - Porto Alegre
Datas:
primeira e terceira segunda-feira do mês
Hora:
14h às 16h
Público-alvo:
Familiares-cuidadores
Coordenação:
Alberto Luis Gregori e Maia
Endereço:
Hospital Moinhos de Ventos
Rua Ramiro Barcelos, 910 - Bairro Floresta

Rio Grande

Grupo de Apoio Social e Emocional - Rio Grande
Datas:
segunda e quarta sexta-feira do mês
Hora:
14h30
Público-alvo:
Familiares-cuidadores
Coordenação:
Marlene Teda
Endereço:
Hospital Universitário da FURG
R. Visconde de Paranaguá, 102 - Centro

Santa Maria

Grupo de Apoio Social e Emocional - Santa Maria
Datas:
Quinzenalmente às quintas-feiras do mês
Hora:
17h
Público-alvo:
Familiares-cuidadores
Coordenação:
Maria Elisabeth Carvalho
Endereço:
UNIFRA
Rua dos Andradas, 1614
Regional Santa Catarina

Araranguá

Grupo de Estimulação - Araranguá
Datas:
primeira quarta-feira do mês
Hora:
14h
Público-alvo:
Idosos com demência
Coordenação:
Elisete Rossato Rick
Endereço:
Rodovia Gov. Jorge Lacerda, 3201 - Jardim das Avenidas

Balneário Camboriú

Grupo de Estimulação - Balneário Camboriú
Datas:
Toda segunda-feira
Hora:
14h às 17h
Público-alvo:
Familiares-cuidadores
Coordenação:
Vera Astbury
Endereço:
Instituto de Psicologia Sentir
Rua 916, 461 - Centro

Páginas